Já chegamos em fevereiro de 2020 e aquelas metas financeiras não começaram a ser colocadas em prática, certo? Isso porque planejar os seus gastos não é simples, exige disciplina e mudança de hábitos. Mas para te ajudar com este assunto, separamos aqui 5 atitudes que sugam o seu dinheiro que podem ajudar a entender a raiz dos seus problemas.

O início de ano é sempre uma correria. Gastamos com material escolar, matrículas, contas que chegam depois do final de ano, mas isso não é uma preocupação para quem tem um bom planejamento.

Agora é a hora de analisar algumas atitudes e melhorar a forma como você está lidando com o seu dinheiro!

 

  1. Preguiça de planejar

  Se você ainda nem abriu a sua planilha de gastos esse mês, sim, você está se boicotando. Registrar os seus gastos diariamente ou separar um dia na semana para organizar a suas contas é fundamental para quem deseja segurança financeira.

Tirar um tempo para olhar as suas contas, ajuda a não sair por aí gastando e depois ser pego de surpresa no fim do mês. Ao aderir esta prática, ficamos mais conscientes e conseguimos dizer “não” para as tentações que mandam nosso dinheiro embora. Por isso, nada de preguiça, comece a planejar!

 

  1. As sobras na poupança

Guardar o que sobra na sua conta todo mês, é bem diferente de ter uma reserva ou planejamento financeiro. Guardar o que sobra significa que se nada sobrar nada será poupado.

A melhor atitude é ter um valor fixo por mês, o qual você se obrigar a guardar ou investir. Não precisa começar com muito, R$100,00 por mês pode fazer toda a diferença.  Assim, você garante um fundo de reserva futuramente.

 

  1. Ansiedade

“Preciso comprar isso hoje” é uma frase que está constantemente em seus pensamentos? Tome cuidado! Se você não está falando de itens de necessidade básica, você não precisa disso hoje.

Quando estamos muito ansiosos para fazer uma aquisição de algo que podemos esperar um pouco, como um sapato, por exemplo, não nos planejamos e pesquisamos para aquela compra. Ou seja, acabamos por escolher opções mais caras e nem sempre estaremos em um momento financeiro favorável para gastar.

 

  1. Socializar sem pensar o dia de amanhã

Você é o único amigo do grupo que está em todos os rolês? Alguma coisa tem que estar errada! Socializar toda semana pode estar descontrolando o seu fechamento de mês. Faça as contas: encontrar os amigos e família sempre inclui gastar com comida, bebida, gasolina ou uber. O que significa que cada encontro pode sair no mínimo R$50,00. Calculando o gasto de cada saída, no final do mês é um valor que pode fazer falta.

 

  1. Será que tenho que gastar com isso?

Muitas vezes, pagamos por serviços que gastam o nosso dinheiro constantemente, mas poderíamos aprender e fazer sozinhos e guardar a grana economizada, no estilo DIY. Pessoas que vão ao salão toda semana, por exemplo. Cuidar da própria beleza pode ajudar a dar uma economizada. Não é errado ir ao salão, o problema é a frequência que você vai.

Cozinhar também é uma ótima opção. Que tal fazer a própria comida e levar marmita para o trabalho? Você também pode se arriscar em comidas mais incrementadas  para aquele jantar de sábado a noite, ao invés de pedir comida pelo aplicativo de forma desenfreada.

 

Cuidar do seu dinheiro não é uma tarefa fácil, é preciso pesquisar, poupar, investir e refletir antes de gastar. Quanto antes começar o seu planejamento, melhor. O primeiro passo é melhorar os seus hábitos de consumo e escolher a melhor forma para investir.

E aí? O que achou deste texto para evitar atitudes que sugam o dinheiro? Você sabia que dá para investir com o Consórcio Magalu, com planos de serviços, auto, eletro, imóveis e pode ser uma ótima forma de guardar dinheiro.